Archive for Informática Educativa

Games e Educação – Um novo blog para educar e entreter

Este artigo, diferente dos anteriores, tem como objetivo apresentar o blog de meu amigo Fábio de Melo Silva, o blog Games e Educação. Trata-se de um blog voltado principalmente (mas não somente) para educadores e outras pessoas interessadas em saber como se pode aplicar os jogos na educação dos nossos jovens.

Desta forma, com uma linguagem que une entretenimento e educação, o autor apresenta os principais eventos e publicações que abordam esse assunto tão comentado porém pouco aplicado na educação brasileira.

Jogos podem educar, isso é fato, todos nós já sabemos. Mas, como conseguir aplicar os jogos de forma tão educativa dentro e fora da sala de aula? Além de buscar responder essa pergunta, o blog do autor aponta várias fontes de referência onde podemos procurar mais informações e, assim, responder essa pergunta.

Dentre os destaques atuais do blog estão o SBGames (Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital) e o Seminário Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação, que chega à sua sexta edição.

Além disso, você pode acessar e ler o artigo publicado no SBGames 2009, publicação da qual tive o prazer de participar, e que teve como autor principal Marcelo Cunha, um outro amigo nosso e também pesquisador focado na área games e educação.

Bem, é isso. A dica está dada: se você está interessado em aprender mais sobre jogos educativos ou o uso de quaisquer jogos na educação, não perca a oportunidade de conhecer mais por meio desse blog!

Se você gostou deste artigo, que tal...

O Uso de Agentes Inteligentes na Educação

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O Uso de Agentes Inteligentes na Educação


Você já pensou alguma vez como seria empregar o conceito de agentes inteligentes na educação? Vários pesquisadores já pensaram nisso e começaram a enveredar por esse caminho.

Desta forma, busca-se empregar conhecimentos computacionais a fim de favorecer o processo ensino-aprendizagem do aluno.

Sendo assim, a fim de melhor compreendermos como o uso de agentes inteligentes inteligentes favorece a educação, vamos agora discutir alguns pontos importantes…

O processo ensino-aprendizagem tradicional

Atualmente, o processo ensino-aprendizagem vigente em todas as escolas e instituições de ensino superior é o instrucionismo, abordagem desenvolvida no período da revolução industrial e ainda hoje muito empregada.

Essa abordagem falha em vários pontos e um deles é quanto à capacidade de aprendizado do aprendiz que é afetada, uma vez que ele não participa de forma efetiva da formação do conhecimento, mas sim, é tratado como um mero receptor que deve somente “memorizar aquilo que ouve”.

Além disso, o processo ensino-aprendizagem na maioria das escolas hoje não promove o uso do computador como ferramenta educacional.

Processo ensino-aprendizagem auxiliado pelo computador

Com a introdução do computador, ganhamos uma poderosa ferramenta educacional que permite um número quase infinito de possibilidades quanto ao seu emprego.

Dentre as principais vantagens do emprego do mesmo, podemos destacar:

  • Permite estender o processo ensino-aprendizagem, não mais ficando restrito aos momentos em sala de aula, mas podendo ser empregado em casa em seus estudos;
  • Melhora a qualidade do processo de Educação à Distância (EaD);
  • Apresenta-se como uma boa ferramenta construcionista, paradigma educacional que aponta o emprego do computador como ferramenta educacional capaz de permitir que o usuário construa seu conhecimento não somente pela instrução, mas também pela experimentação, simulação e participação.

Infelizmente, o emprego do computador também possui uma desvantagem, que é o fato de que a possível ausência de contato presencial dificulte o acompanhamento e execução de avaliações informais. A fim de sanar esse problema, o próprio sistema deve auxiliar o computador na tarefade acompanhar e avaliar o aluno.

Agentes Inteligentes

Um agente inteligente trata-se de um sistema e/ou componente capaz de organizar, selecionar, produzir informações e tomar decisões a partir de alguma fonte de dados.

Todo agente inteligente deve apresentar quatro características:

  • Autonomia, de modo a agir sem qualquer tipo de intervenção, possuindo controle sobre suas ações e estado interno;
  • Sociabilidade, de modo a interagir com outros agentes (artificiais ou humanos) através de algum tipo de linguagem de comunicação;
  • Reatividade, de modo a perceber alterações em seu ambiente, reagindo a tempo;
  • Proatividade, não só reagindo ao ambiente, mas tomando iniciativas quando conveniente.

Podemos empregar agentes inteligentes na educação, por exemplo, por meio de sistemas tutores inteligentes, sistemas responsáveis por aprender informações relevantes sobre o aluno a fim de auxiliá-lo de forma individualizada no aprendizado tomando decisões pedagógicas sobre como transmitir o conteúdo didático.

Estudo de caso: Multi Cooperative Environment

Se pesquisarmos na Internet e em anais de congressos das áreas de tecnologia e educação encontraremos várias referências sobre trabalhos acadêmicos que buscam empregar os agentes inteligentes na educação. E um desses trabalhos é o MCOE (Multi Cooperative Environment), um jogo para educação ambiental e de cidadania, desenvolvido em uma arquitetura multiagente, isto é, que emprega diversos agentes inteligentes, cada qual com suas próprias responsabilidades dentro do universo do jogo.

Após uma rápida análise do jogo e de sua forma de trabalho, percebe-se que o sucesso de seu emprego se dá principalmente pela capacidade de interação do aprendiz que é promovida dentro do ambiente do jogo, onde o mesmo pode interagir facilmente com o professor/tutor, com outro aprendiz que esteja auxiliando-o nas tarefas, bem como com o próprio sistema, onde poderá encontrar muitas informações que o auxiliarão a compreender melhor a importância da preservação do meio ambiente.

Download de apresentação sobre o tema

Estou disponibilizando a vocês a apresentação que elaborei para dissertar sobre o assunto na disciplina Informática Educativa (enquanto aluno, não ainda como professor).

Espero que gostem e que a mesma lhes possa ser bastante útil:

O uso de agentes inteligentes na Educação

Se você gostou deste artigo, que tal...

Games e Educação - Um novo blog para educar e entreter

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS